27 de junho de 2017

Controle Social e Participação: Como participar da administração da cidade e impedir possíveis atos de corrupção?


Participar da administração municipal é dever de todo cidadão, e por esse motivo se faz necessário um aprofundamento desse tema nas reuniões de associações, sindicatos, igrejas e demais entidades. É notório que ao ficarmos alheios as decisões do poder público sem impor nossas opiniões, sugestões e críticas, nos tornamos reféns de um futuro incerto.
Os ausentes nunca têm razão. - Philippe Destouches
A ausência popular nos espaços de discussões e decisões maximiza nossa responsabilidade sobre todos os efeitos da corrupção. Não podemos apontar para os políticos e acusá-los de corruptos enquanto estamos usando as mãos para tapar nossos olhos, ouvidos e boca. A nossa omissão e passividade contribui diretamente para o caos que o país enfrenta hoje.

A política é essencial à vida. É por ela que todas as relações se dão. É pela política que se define a estrutura social, o regime de um país, a economia, as relações de poder e tudo mais. Nos meandros da política se define o preço do gás, da comida, da energia, da água que consumimos, etc. Estar indiferente a toda essa discussão é no mínimo, ser irresponsável consigo e com os demais.

A vivência comunitária impõe o debate político como ordem social. Todo cidadão tem direitos e deveres na comunidade onde está inserido. Até mesmo o ato de quem bate no peito e diz orgulhosamente que ‘odeia a política’ é um ato político. Essa pessoa têm os mesmos direitos e deveres que todas as outras. O único problema é que ela ainda não entendeu que essa revolta burra não diminui sua miséria e nem aumenta sua riqueza.

São Tomás de Aquino afirmava: “A política é a arte de formar homens e administrar visando o bem comum.” O filósofo Platão, que foi professor de Aristóteles, destacava: “Não há nada de errado com quem não gosta de política. Simplesmente serão governados por aqueles que gostam.” Eis o problema: e se quem gosta de política for mau caráter e corrupto?

Até mesmo nas comunidades animais existem ordens e hierarquias estabelecidas. Observando as formigas, percebemos que trabalham juntas para toda comunidade e são divididas por grupos de trabalho. Sem leis, constituição ou regimento, elas obedecem a uma regra natural entre si. Isso seria um ato político?!  As formigas, por acaso, tem a capacidade de raciocínio para compreenderem a política?! E nós, seres racionais, compreendendo o meio em que vivemos, com todas as leis que temos, direitos e deveres, decidiremos viver indiferentes as decisões que ‘tomam’ sobre nós?!
Existem diversos mecanismos de participação e controle social. Os conselhos municipais são ferramentas importantes para contribuir nos espaços de decisões da Prefeitura e da Câmara de Vereadores da cidade. Além dos conselhos municipais, as associações comunitárias, sindicatos, ongs e igrejas têm importante papel no município e precisam estar a par de temas relacionado a decisões políticas. Participar das sessões no Legislativo Municipal, acompanhar as publicações no diário oficial (DOEM), acessar o Portal da Transparência, Portal do Tribunal de Contas da Bahia, dentre outras formas de participação. 
Participar é dever. É não permitir-se ser ‘telespectador’ e estar sentado assistindo as decisões do gestor ou de vereadores, com indignação apenas. Só haverá sociedade sem corrupção se orientarmos uns aos outros sobre nossas próprias corrupções, e juntos, somente juntos, estarmos atentos e vigilantes ao dinheiro público e as decisões de quem, em nome do povo, detém o poder.

Renilson Silva - Blog Biritinga Informa

26 de junho de 2017

Serrinha, Barrocas, Biritinga e Teofilândia firmam TAC para cuidar de animais de rua


Para controlar a população de animais de rua, as cidades de Serrinha, Barrocas, Biritinga e Teofilândia firmaram um Termos de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público da Bahia. O objetivo é controlar, através de políticas públicas, a população de animais domésticos de rua em situação de risco. O TAC foi proposto pela promotora de Justiça Letícia Baird. O documento prevê a prestação de serviço médico-veterinário para animais de rua ou cuidados por pessoas de baixa renda, em casos de emergência como acidentes de trânsito, maus-tratos e enfermidades graves.

“Não há dúvidas de que os animais sentem dor quando enfermos ou vítimas de maus-tratos. Também é comum vermos pelas ruas animais agonizarem até a morte à mercê de socorro. A situação se agrava diante do fato de que inexistem políticas públicas de controle de tais populações de animais, multiplicando-se diariamente a violação dos direitos de tais sujeitos”, disse a promotora de Justiça.

De acordo com os termos de compromisso, os municípios devem ainda implantar comedouros e bebedouros para os animais abandonados; capacitar agentes públicos para a defesa dos animais e realizar campanhas educativas para a população; instituir comissão com a participação de representantes da sociedade civil que atuam na proteção e defesa dos direitos dos animais; reestruturar os órgãos municipais para funcionamento de departamento específico para o recebimento de denúncias de maus-tratos e adequar as leis orçamentárias para atendimento destas demandas.

A promotora afirma que as municipalidades devem cumprir as obrigações em até 90 dias, quando os prefeitos deverão apresentar ao MP-BA um projeto permanente para a resolução dos problemas atuais. “Os compromissos firmados pelos municípios contribuirão, nesta primeira etapa, com o atendimento emergencial de tais animais e, principalmente, com ações visando à educação ambiental, que é o instrumento verdadeiramente efetivo para a reversão da atual situação imposta aos animais e o fomento no sentido da adoção, pela sociedade, de posturas éticas com relação a esses seres”, afirmou.

Portal Clériston Silva

Concurso IBGE 2017: Apostila Conhecimentos Técnicos para o Censo Agropecuário 2017

Apostila Conhecimentos Técnicos para o Censo Agropecuário 2017.
Interessados falar com (75) 99238-9379 (Reni).

A apostila contém 10 páginas, e tem conteúdo obrigatório na programação do Concurso IBGE 2017. Essses conhecimentos serão aplicados nas avalições de AGENTE CEN. MUNICIPAL (ACM), AGENTE CEN. SUPERVISOR (ACS) e RECENSEADOR.

Homem morre após capotar carro na BA 233 em Biritinga


Ivanei Silva Cruz, 40 anos, morreu na noite deste domingo (25) em acidente envolvendo um veículo na BA 233, em Biritinga. Segundo informações, o veículo capotou próximo a curva da EMBASA por volta das 19:00 horas e o condutor Ivanei veio a óbito antes que o socorro chegasse ao local. 

Diversos grupos do Wathsapp trocaram as fotos da capa por imagens de 'luto'. Familiares e amigos também pedem que não compartilhem fotos da vítima no local do acidente. 

O Blog Biritinga Informa solidariza-se com a família enlutada. 

21 de junho de 2017

Sertanejo Desportivo Social de Serrinha fecha parceria com a Prefeitura de Biritinga para disputar o Intermunicipal

A diretoria do Sertanejo Desportivo Social(SDS), após dias de conversas e planejamento, na noite desta terça-feira (20), fechou uma parceria com a prefeitura de Biritinga para a disputa do Intermunicipal 2017.

Na reunião estiveram os diretores do Sertanejo Edvaldo Dantas e Adriano Gomes e o treinador Cristiano Oliveira. Além deles também participaram, o Diretor de Esportes, Cosme Souza, o presidente da Liga de Biritinga Edmilson Sacramento e o Prefeito Celso da Sucam.

Em 2016, a juventude do Sertanejo representou Serrinha na competição onde pôde mostrar que é viável fazer um trabalho de base e disputar este importante campeonato. Porém, este ano o novo presidente da Liga Desportiva Serrinhense (LDS) optou por montar um time mais forte e abandonar o projeto que foi iniciado.

Como os jogadores não foram aproveitados, os diretores foram em busca de espaço em outra cidade e o Prefeito de Biritinga recebeu a equipe de braços abertos para fazer esta parceria onde também vão ser usados os principais atletas do município.

A diretoria do SDS está agradecendo a todos os biritinguenses pelo apoio e recepção calorosa, em especial, ao prefeito Celso da Sucam, o vice-prefeito Laércio Brito, a primeira dama e presidente da câmara de vereadores Margarida de Celso da Sucam, os secretários de esportes Cosme Souza Oliveira e de saúde Lívia Queiroz (Livinha) e também ao novo presidente da Liga Biritinguense de Futebol (LBL), Edmilson Sacramento dos Anjos (Camelo).

A seleção de Biritinga vai se apresentar na primeira semana de julho onde começa a preparação para o maior campeonato de futebol amador do mundo que é organizado pela Federação Bahiana de Futebol (FBF).

Fonte: Cival Anjos

MP-BA aciona prefeito por acusação de nepotismo

MP-BA aciona prefeito por acusação de nepotismo
O Ministério Público da Bahia (MP-BA) ajuizou nesta terça-feira (20) ação civil pública para pedir a exoneração do secretário de Finanças de Biritinga, José Aécio Pedreira Lobo; da secretária de Saúde, Lívia Santos de Queiroz, e da procuradora do Município, Lilian Santos de Queiroz.
A promotora de Justiça Letícia Queiroz de Castro afirma que os atos de nomeação configuram nepotismo, já que o secretário, a secretária e a procuradora são, respectivamente, genro e filhas do prefeito Antônio Celso Avelino de Queiroz, conhecido como Celso da Sucam.
“Embora a nomeação a cargo comissionado seja ato discricionário do Poder Executivo, o juízo de conveniência e oportunidade do administrador deve pautar-se entre as hipóteses legais e moralmente admissíveis, o que não ocorreu no caso”, diz.
De acordo com a promotora, o caso da procuradora é ainda mais grave, por não se tratar de um cargo de natureza política. As informações são do Bahia.ba

18 de junho de 2017

Vereador Jorge do Portal propõe campanha pela compra de ‘Bomba Recalque’ para comunidades rurais sem água


O Prefeito do município de Biritinga, Celso, em sua fala no plenário da Câmara de Vereadores na última quarta-feira (14), informou que se empenhado na busca de soluções para as dificuldades que vem enfrentando como gestor do município; um deles é a falta de abastecimento de água para as regiões de Baixa Funda, Barro Branco, Pelo Sinal, Pai Felipe, Roça do Mato e Tapera. Segundo o Prefeito, funcionários da CERB informou que o órgão não faz licitação de equipamentos unitários, apenas de lotes, e que atualmente não haveria previsão de licitação.

O Vereador Jorge do Portal (PT) perguntou qual seria o valor do equipamento e após ser informado que custaria cerca de R$ 13 mil, o Vereador propôs ao Prefeito Celso da Sucam que a Câmara de Vereadores através dos parlamentares, pudesse contribuir para compra do ‘recalque’ da bomba do poço artesiano que abastece as comunidades Baixa Funda, Barro Branco, Pelo Sinal, Pai Felipe, Roça do Mato, Tapera.

Ainda segundo o gestor, o equipamento custa em torno de R$ 13 mil. O Vereador Jorge disse em plenário que não é um valor tão alto e que a Câmara poderia ajudar. O Vereador Nego de Abad informou que já foi realizado um levantamento técnico onde foi constatado que o Sistema de água instalado na região é muito antigo e que poderá ser renovado.

Atualmente os moradores dessas comunidades estão sendo abastecidas por carros-pipas. Não há data prevista para licitação. 

Blog Biritinga Informa 

Blog Biritinga Informa cria ‘vaquinha’ para comprar equipamento; ajude!


O blog Biritinga Informa criou uma ‘vaquinha virtual’ para compra de um gravador de voz modelo simples. A aquisição do equipamento visa possibilitar a melhor captação de áudio de atividades públicas, de pessoas e comunidades, para serem divulgadas através dos nossos meios de comunicação. Um dos objetivos do nosso blog é democratizar a informação no âmbito municipal e dar visibilidade as demandas, dificuldades e potencialidade do povo biritinguense. Nos ajude!


Para doar qualquer valor, CLIQUE AQUI, e imprima o boleto. Agradecemos o apoio!  

17 de junho de 2017

Parque Eólico Tucano promete trazer bilhões em investimento à região do sisal; turbinas serão instaladas em Biritinga e mais 5 cidades

Imagem ilustrativa: parque eólico
Conforme publicação no Diário Oficial do Estado da Bahia, portaria Nº 5831 de 12 de setembro de 2013, o Parque Eólico Tucano terá uma capacidade de geração de energia de 660 MW. A empresa responsável pelo projeto é a multinacional SOWITEC. Eles estabeleceram presença na Alemanha, França, Brasil, Argentina, Uruguai, Chile, Peru, Colômbia, Casaquistão, Rússia e México. 

Nas cidades de Tucano, Araci, Nova Soure, Biritinga, Sátiro Dias e Teofilândia, a proposta é  instalar 220 turbinas eólicas de 3.0 MW cada. Segundo o fabricante de torres eólicas Wobben, o valor médio em investimento para usinas é de R$4.2 milhões por MW instalado. Este valor inclui o aerogerador, infra-estrutura civil e elétrica, tudo isso dependendo das características de cada empreendimento.


Ou seja, cada torre eólica a ser implantada no Parque Eólico Tucano terá um custo médio de R$ 12.6 milhões. A implantação de 220 torres poderá custar R$ 924 milhões. São quase 1 bilhão reais.  Tendo em vista o volume do investimento e que o desenvolvimento do projeto na região do sisal encontra-se em estágio avançado, o site A Voz do Campo entrou em contato com a SOWITEC e obteve informações detalhadas e importantes sobre este projeto. Portanto, de maneira sequenciada, neste mês de Junho de 2017 serão publicadas matérias sobre o tema.


Próxima matéria: Como está o projeto para o Parque Eólico Tucano? Quando as torres poderão ser implantadas? O artigo tratá informações que discorrem sobre prazos e status do projeto. O site entrou em contato com a empresa e especialistas do setor eólico do Brasil.

Fonte: A Voz do Campo