27 de outubro de 2014

Dilma Rousseff é reeleita com 51,5% dos votos; Aécio recebe 48,5%

Dilma Rousseff é reeleita com 51,5% dos votos; Aécio recebe 48,5%
Foto: Agência Brasil
A presidente Dilma Rousseff (PT) foi reeleita com 51,5% dos votos. Até agora foram 98% das urnas apuradas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Apesar da votação apertada, o candidato Aécio Neves (PSDB) não conseguiu superar a petista e recebeu 48,5% do apoio do eleitorado. A reeleição de Dilma coloca o PT com a expectativa de 16 anos seguidos no comando da Presidência. A petista já estava na liderança da disputa, no primeiro turno, quando Aécio conquistou a segunda posição. Marina Silva (PSB) ficou em terceiro lugar, após assumir a chapa com a morte do então candidato Eduardo Campos (PSB).

Usuário do Instagram sugere jogar bomba no Nordeste

Um usuário do Instagram com o nome de Netto Cury fez comentário que gerou críticas na rede social neste domingo (26), dia de segundo turno das eleições. Ao postar uma foto de uma passagem de avião para a cidade de Newarkn, no estado de Nova Jérsei, nos Estados Unidos, ele disse que deixaria o Brasil com o argumento de que os nordestinos não sabem votar. “Resumo da ópera, quem alimenta o país elegemos (sic) o Aécio, quem chupa todos recursos essa merda de estados nordestinos e nortistas da p**** de bolsa família, além da vergonha que MG e RJ fizeram... Nojo de PTistas não me mandam (sic) tirar esse post por mim jogava uma bomba atômica nesse nordeste que se f*** eu to indo embora”, postou.

Homem é atropelado e morre na BR-116, em Serrinha

Um homem identificado apenas como Juninho morreu atropelado na BR-116, na manhã deste domingo (26), em Serrinha.

De acordo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente aconteceu por volta das 9h, perto do posto de combustível Alto Sereno.

Ainda de acordo com informações, o homem, que morava no bairro da Urbis II, estava atravessando a pista quando foi atropelado por um veículo não identificado. A vítima teve o crânio esmagado e perdeu massa encefálica.

O corpo da vítima foi removido para o Departamento Médico Legal de Feira de Santana. Portal do Cleriston Silva

Vítima teve a cabeça esmagada e morreu no local

Dilma é reeleita presidente e amplia para 16 anos ciclo do PT no poder

Dilma Rousseff (PT) venceu Aécio Neves (PSDB) na disputa em segundo turno e foi reeleita neste domingo (26) para um novo mandato como presidente da República (2015-2018). O resultado foi confirmado pelo sistema de apuração do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) às 20h27min53, quando 98% das urnas estavam apuradas e não havia mais possibilidade matemática de virada. Acompanhe a apuração em tempo real.


Até a última atualização desta reportagem, com 99,77% das urnas apuradas, a petista tinha 54.378.812 votos (51,62%) e o tucano, 50.963.689 votos (48,38%).

Cerca de 40 minutos depois da confirmação do resultado, Aécio Neves fez um pronunciamento em Belo Horizonte no qual disse ter cumprimentado Dilma pela vitória e afirmou que agora a prioridade é unir o Brasil. "Considero que a maior de todas as prioridades é unir o Brasil em torno de um projeto honrado e que dignifique todos os companheiros", afirmou.

Com a vitória, Dilma completará um período de 16 anos do PT no comando do governo federal, desde a primeira eleição de Luiz Inácio Lula da Silva, em 2002. É o dobro do tempo do PSDB, que teve dois mandatos com Fernando Henrique Cardoso (1995-1998 e 1999-2002). Desde antes da reeleição de Dilma, o PT trabalha com a hipótese de uma nova candidatura de Lula em 2018, conforme voltou a defender neste domingo o presidente do partido, Rui Falcão.

A presidente se reelegeu na disputa considerada a mais acirrada desde a redemocratização. No início da campanha, a petista manteve-se na dianteira nas pesquisas de intenção de voto, mas depois chegou a ter a liderança ameaçada por Marina Silva (PSB), derrotada no primeiro turno, e Aécio, que chegou a aparecer numericamente à frente dela no segundo turno.

Foi também a sexta eleição marcada pela polarização entre PSDB e PT, que desde 1994 sempre chegaram nas duas primeiras posições na corrida presidencial. Assim como em 2010, a candidatura de Marina despontou neste ano como terceira força, alcançando 21,3% dos votos no primeiro turno.

Dilma se diz 'disposta ao diálogo' e afirma que país não está dividido

Em seu primeiro pronunciamento após ser confirmada como presidente reeleita do Brasil, Dilma Rousseff (PT) afirmou neste domingo (26) não acreditar que a acirrada disputa eleitoral, decidida por uma diferença de cerca de 3,4 milhões de votos, tenha “dividido” o país. A petista ressaltou ao longo dos 26 minutos de discurso que está "disposta ao diálogo" e que quer ser uma presidente "melhor" em seu segundo mandato.

“Conclamo, sem exceção, a todas as brasileiras e brasileiros para nos unirmos em favor do futuro de nossa pátria. Não acredito que essas eleições tenham divido o país ao meio. Creio que elas mobilizaram ideias e emoções às vezes contraditórias, mas movidas por um sentimento comum: a busca por um futuro melhor”, declarou Dilma no pronunciamento realizado em um hotel de Brasília pouco mais de uma hora após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmar que ela estava matematicamente eleita.

Dilma venceu Aécio Neves (PSDB) na disputa em segundo turno e foi reeleita para um novo mandato como presidente da República (2015-2018). O resultado foi confirmado pelo sistema de apuração do TSE às 20h27min53, quando 98% das urnas estavam apuradas e não havia mais possibilidade matemática de virada.

Até a última atualização desta reportagem, com 99,98% das urnas apuradas, a petista tinha 54.493.372 votos (51,64%) e o tucano, 51.034.114 votos (48,36%).

Ao final de uma campanha eleitoral marcada por ataques mútuos entre Dilma e Aécio, a presidente reeleita disse que quer governar “da forma mais pacífica e democrática”. Ela destacou que está disposta a abrir um grande espaço de diálogo com todos os setores da sociedade para acelerar a busca para os principais problemas do país.

"Minhas primeiras palavras são, portanto, de chamamento e união. Democracia madura e união não significam necessariamente unidade de ideias nem ação monolítica conjunta, mas, em primeiro lugar, disposição para o diálogo. Esta presidente aqui está disposta ao diálogo", complementou.

Dilma afirmou que pretende efetivar grandes projetos e que a prioridade será a reforma política. “Entre as reformas, a primeira e mais importante é a reforma política. Quero discutir esse tema profundamente com o Congresso e a população ”, disse.

Em meio a investigações de um suposto esquema de propina na Petrobras que teria sido utilizado para abastecer o caixa do PT, a presidente reeleita disse que vai combater a corrupção. “Terei o compromisso rigoroso com o combate à corrupção, propondo mudanças na legislação atual para acabar com a impunidade”, disse.

Dilma encerrou o discurso dizendo que “não fugirá da luta”. “Vamos dar as mãos e avançar nessa caminha que vai nos ajudar a construir o presente e o futuro. Brasil, mais uma vez essa filha tua não fugirá da luta. Viva o Brasil, viva o povo brasileiro”, disse, sendo aplaudida pela militância.

Após a fala, o público presente ao evento cantou um trecho do hino nacional. A presidente acompanhou e, em seguida, passou a abraçar os aliados que estavam no palco, entre eles o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o presidente do PT, Rui Falcão.

2º Turno: Votação para presidente em Biritinga


23 de outubro de 2014

Araci: Vereador se arrepende e diz que não tem provas contra Rui Costa

O vereador de Araci, Marquinhos (PSDB), não sustentou às declarações feitas na tribuna da Câmara de Vereadores na última terça-feira (21). Em conversa com o Bocão News, na tarde desta quarta-feira (22), o edil voltou atrás em relação às acusações que fez ao governador eleito Rui Costa (PT), de que sua campanha comprou votos no município.

“Eu fiz um questionamento e não uma acusação. O que eu quis dizer é que como é que o governador Jaques Wagner nunca fez nada em Araci, nunca colocou um paralelepípedo e apresenta o candidato dele, e tem uma votação tão expressiva”, questionou.

Durante pronunciamento ontem, o vereador disse que não entendeu a votação expressiva que o petista teve na cidade. “Se vocês me disserem que a força dos colegas vereadores foi fundamental, o investimento financeiro, que o munícipio fez na campanha de Rui Costa. As compras de votos que teve... Ai eu digo que foi mérito e experiência de quem estava articulando”, disse.

Apesar da nova declaração, o tucano, mais uma vez, fez acusações. “Foi uma ação muito bem feita dos colegas vereadores e de quem está no poder”.

Questionado se há comprovação das acusações que fez, o edil desconversou. “Se o TSE [Tribunal Superior Eleitoral] e a Polícia Federal investigarem, podem achar”.

Sobre o caso, Rui Costa disse que desconhece qualquer atuação desse tipo e que tudo não passa de uma ‘guerra política’ para as eleições municipais em 2016. “Não dá para levar essas coisas a sério. Todo município tem essa guerra na antessala da eleição. Infelizmente, a eleição mal acabou, o pessoal já está guerreando para a próxima eleição”.

Em resposta ao petista, o edil afirmou que não se trata de ‘guerra política’, já que faz parte da base do governo municipal, mas que ficou indignado pela condução da campanha em Araci. O tucano apoiou o ex-governador Paulo Souto (DEM). PCS

Guarda municipal sofre tentativa de homicídio em Araci

Na madrugada desta quinta-feira, 23, um guarda municipal da Prefeitura de Araci, nordeste do Estado, a 35 km de Serrinha, foi vítima de um atentado. Mackeib Oliveira foi atingido por dois tiros.

A tentativa de homicídio aconteceu no interior da Casa de Passagem (abrigo provisório de crianças, adolescentes e idosos), na periferia da cidade. Dois homens ainda não identificados cometeram a barbárie e fugiram em uma moto.

Segundo informações da PM, por volta de 02h, os dois suspeitos pararam em frente à instituição e deflagraram os tiros em direção ao guarda. O funcionário público estava armado e também atirou nos suspeitos. A PM não soube informar se os criminosos foram atingidos.

A vítima foi levada para o Hospital Municipal e não corre risco de morrer. A rádio Cultura FM informou que os dois tiros acertaram o braço esquerdo do guarda. A Polícia está a procura dos criminosos.

Após ter projeto premiado, baiana faz vaquinha para ir a Harvard

Após ter projeto premiado, baiana faz vaquinha para ir a Harvard
Foto: Ney Silva/ Acorda Cidade
A estudante baiana Georgia Gabriela da Silva Sampaio, de Feira de Santana, que teve umprojeto pré-selecionado pela Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, abriu uma “vaquinha” na internet. "A campanha começou junto com o projeto, mas estamos divulgando mais agora. Cada um dos cinco participantes selecionados tem uma página própria dentro da plataforma. Quem quiser ajudar, ode conhecer o programa, cada um dos estudos e investir", disse a jovem, em entrevista ao Correio24horas. A viagem para o campus de Harvard, nos Estados Unidos, acontece no dia 1º de novembro. A campanha seguirá ativa para recebimento de doações na plataforma Crowdrise até o fim da conferência. BN