.

.

.

.

.

.

4 de março de 2015

Festa dos Evangélicos em Biritinga: Descaso e irresponsabilidade

Os evangélicos que esperavam pela festa em comemoração ao seu dia (05 de Março - Feriado municipal), foram desapontados pelo descaso, desorganização e irresponsabilidade de quem deveria organizar o evento - a comissão de pastores e líderes evangélicos de Biritinga. Esse ano não terá festa. 

É vergonhoso para a comunidade evangélica de Biritinga, assistir todos os anos a novela do 'vai ter ou não vai ter a festa?' nem a desorganização da comissão que deveria organizar a festa. Diante do descaso, ninguém aparece para prestar esclarecimentos, pelo contrário, minimizam suas responsabilidades. Cabe a cada pastor que compõe a associação e ao poder público (Prefeito e Vereadores), a responsabilidade de ao menos emitir um parecer sobre esse descaso à comunidade evangélica de Biritinga. 

O que está acontecendo? 
Falta verba? 
Falta organização? 
Falta gente com capacidade para presidir a associação? 
Falta compromisso? 
Falta apoio dos vereadores evangélicos? 

Feliz dia dos evangélicos!! :/ 

3 de março de 2015

Biritinga: Vice-prefeito e presidente da Câmara de Vereadores participam de audiência com presidente da CERB



O vice-prefeito Celso da Sucam juntamente com o presidente da Câmara Adilson, participaram de uma audiência com o Sr. Marcus Vinicius, presidente da CERB (Companhia de Engenharia Ambiental e de Recursos Hídricos da Bahia), com a presença do Deputado Estadual Roberto Carlos (PDT), ocasião em que, após solicitado pelos mesmos e pela vereadora Margarida anteriormente em ofício, foi autorizado pelo referido presidente da CERB a construção do sistema de abastecimento d'água nas comunidades de Santa Virginia e Flor de Açucena, em caráter de urgência; a visita técnica para a avaliação da perfuração do poço artesiano de Engenho Velho; bem como a limpeza e recuperação do poço de Piabas.

Cumpre salientar que foi protocolizado ofício assinado pela vereadora Margarida, Celso da Sucam e Adilson solicitando também a perfuração de um poço na localidade de Caçua, o qual substituirá um poço existente, mas que foi detectado por técnicos da CERB que a água encontra-se salobra.

Por fim, foi solicitado ainda por ofício assinado pela vereadora Margarida e Celso da Sucam a perfuração de um poço na localidade de Baixa da Jibóia, visando a melhoria do sistema de abastecimento de água de Baixa da Jibóia, Olhos D'Agua e Serra Branca.

Informações e foto: Líllian Queiroz

Marquise desaba e mata casal em Barrocas

Um casal morreu na noite deste domingo, 1º, após o desabamento da marquise da casa onde moravam, no bairro Alto do Ipê, em Barrocas, cidade que fica a 18 quilômetros de Serrinha. O acidente ocorreu por volta das 19h40m.

Segundo a Polícia Militar, o eletricista José Raimundo Ramos Queiroz, de 49 anos, mais conhecido como “Raimundão”, e a esposa, Maria Lucilene Moura Firmo, de 48, conhecida como “Leninha”, estavam sentados na frente da residência quando a estrutura de concreto desabou e atingiu os dois.

Lucilene teve parte do corpo esmagado e morreu no pronto-socorro do Hospital Municipal José Maria de Magalhães Neto (HMJMMN) para onde o casal foi levado após o acidente. Raimundo chegou a ser transferido para o Hospital Geral Cleriston Andrade (HGCA) de Feira de Santana, mas não resistiu e morreu antes de dar entrada na unidade.

A Polícia Civil realizou perícia no local. A causa do acidente será investigada. O casal será sepultado nesta segunda-feira (2), mas o horário ainda não foi definido pela família. (Fonte: Portal do Cleriston Silva)

Acidente aconteceu no bairro Alto do Ipê, na noite deste domingo (1º)
Estrutura de concreto desabou por volta das 19h40m
Casal estava sentado na frente da casa no momento do acidente
No local ficaram manchas de sangue
Vítimas foram socorridas, mas não resistiram
A causa do acidente será investigada

Em Biritinga, 83 eleitores podem ter o título cancelado a partir de maio; Em Serrinha, o número chega é de 491 eleitores

Cartório Eleitoral de Serrinha 
De acordo com a legislação eleitoral, 1.782.035 eleitores brasileiros que não votaram e não justificaram a ausência nas três últimas eleições podem ter o seu título de eleitor cancelado. Desse total, 491 são serrinhenses que deixaram de votar. Para regularizar a situação, esses cidadãos devem comparecer ao cartório eleitoral até o dia 4 de maio portando documento oficial com foto, título eleitoral e comprovantes de votação, de justificativa eleitoral e de recolhimento ou dispensa de recolhimento de multa.

A relação das inscrições passíveis de cancelamento ficará disponível nos cartórios eleitorais para consulta pelos interessados, podendo sofrer pequenas alterações por conta de revisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE). O eleitor também pode verificar se o seu documento está sujeito ao cancelamento no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na coluna “Serviços ao eleitor”, no link “Situação eleitoral”.

A Justiça Eleitoral ressalta que não será expedido qualquer tipo de notificação ao eleitor, seja de forma impressa (correspondência) ou eletrônica (e-mail), sobre a situação do título. O não comparecimento ao cartório eleitoral para comprovação do exercício do voto, da justificativa de ausência ou do pagamento das multas correspondentes implicará o cancelamento automático do título de eleitor, que será efetivado de 19 a 21 de maio.

Se um eleitor deixou de votar no primeiro e no segundo turno de uma mesma eleição, serão contadas duas eleições para efeito de cancelamento. Os eleitores no exercício do voto facultativo – menores de 18 anos, maiores de 70 anos e os analfabetos – não serão identificados nas relações de faltosos. As pessoas com deficiência para as quais o cumprimento das obrigações eleitorais seja impossível ou extremamente oneroso também não terão o título cancelado.

Consequências - Quem não regularizar a situação do título eleitoral a tempo de evitar o cancelamento do registro poderá ser impedido de obter passaporte ou carteira de identidade, receber salários de função ou emprego público e obter certos tipos de empréstimos e inscrição.

A irregularidade também pode gerar dificuldades para investidura e nomeação em concurso público, renovação de matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo e obtenção de certidão de quitação eleitoral ou qualquer documento perante repartições diplomáticas a que estiver subordinado.

Números por municípios - Segundo maior município do Território do Sisal, Conceição do Coité tem 272 eleitores que poderão ter o título cancelado. Em seguida Araci, com 464, e Monte Santo, quarto maior município do sisal, com 433.

Entre os municípios que fazem fronteira com Serrinha, Teofilândia também se destaca pelo maior número de eleitores irregulares passíveis de cancelamento do título: 131 no total. Em segundo lugar está a cidade de Lamarão, com 108, e em terceiro Barrocas, com 93. O quarto lugar é ocupado pelo município de Biritinga, que reúne 83 eleitores irregulares. As cidades com menos faltosos são Candeal, com 26, e Ichu, com 18.

Ao todo, 4.514 eleitores dos 25 municípios da região sisaleira podem ter o título cancelado.

Veja o número de eleitores faltosos por município

Biritinga - 83
Serrinha - 491
Conceição do Coité - 272
Araci - 464
Monte Santo - 433
Tucano - 414
Itiúba - 278
Santaluz - 270
Cansanção - 265
Riachão do Jacuípe - 129
Queimadas - 235
Quijingue - 160
Valente - 106
Teofilândia - 131
Pé de Serra - 92
Barrocas - 93
Capela do Alto Alegre - 87
Lamarão - 108
Nordestina - 126
Retirolândia - 61
Candeal - 26
São Domingos - 60
Nova Fátima - 47
Ichu - 18
Gavião - 65

Fonte: Portal do Cleriston Silva

1 de março de 2015

‘Não serei mais candidato a vereador’ afirma o vereador Luiz Mário


Em entrevista realizada na sexta-feira (27), ao radialista Joel Oliveira, na rádio Biritinga FM, o vereador Luiz Mário afirmou que não irá mais disputar uma cadeira no legislativo municipal na próxima eleição. Segundo ele, os vereadores de Biritinga tem assumido um pepel de assistencialismo, pela ineficiência das secretarias existentes. O edil afirmou ainda que, tem gastado muito dinheiro com carro, levando as pessoas para Salvador e Feira de Santana, quando esse serviço deveria ser prestado pela Secretaria de Saúde. Pra ser franco a você, eu não sei quando foi que meu subsídio sobrou. Se política deu lucro a alguém, procure esse alguém, porque até hoje, eu só tomei prejuízo com política. Não estou arrependido porque servi ao povo. Afirmou Luiz Mário sobre as constantes despesas. 

Na verdade é comum a gente ver os vereadores assumindo esse papel de assistencialismo. Primeiro, porque a maioria cultivou isso, afinal é uma das mais descaradas formas de compra de voto. Dessa forma, a população entende que, cabe ao vereador assumir pela ineficiência das secretarias existentes, que muitas vezes não tem autonomia para atuar de forma efetiva e solucionar os problemas do povo. 

De forma mais clara: se na Secretaria de Saúde não tem remédios, é claro que o povo irá recorrer ao vereador ou ao prefeito, e assim por diante. Venhamos e convenhamos que, muito embora o vereador Luiz Mário esteja certíssimo na sua fala, outros tantos vereadores e políticos, gostam mesmo é de poder ter o povo nas suas mãos, prestam favores em troca de votos. Como se um remédio, exame, ou assistência médica fossem favores. São direitos garantidos constitucionalmente. Mas como diz a Bíblia: O POVO PERECE POR FALTA DE CONHECIMENTO! 

Blog Biritinga Informa - Renilson Silva 

Em jogo movimentado, Bahia e Vitória empatam no Barradão

Em jogo movimentado, Bahia e Vitória empatam no Barradão
Foto: Max Haack/Ag Haack/Bahia Notícias
Um jogo muito movimentado marcou o primeiro clássico entre Bahia e Vitória no ano de 2015. Pela 5ª rodada do Campeonato Baiano, o polêmico Neto Baiano e o argentino Maxi Biancucchi marcaram em um Ba-Vi que foi assistido por 14.305 torcedores neste domingo (1º) Bahia Notícias

Homem mata ex-companheira a facadas e é morto por vizinhos em Alagoinhas


Uma mulher de 50 anos morreu após ser esfaqueada pelo ex-companheiro no início da manhã deste sábado (28), em Alagoinhas, distante cerca de 109 quilômetros de Serrinha.

De acordo com informações da Polícia Civil, Maria de Lourdes Gomes Bahia foi golpeada pelo ex-companheiro, identificado como Denivaldo Ferreira dos Santos, 42 anos, dentro da residência em que morava. No momento do crime, ela estava sozinha em casa.

Ferida, ela conseguiu fugir e acabou morrendo alguns metros depois, na 2ª Travessa Ayrton Senna. Após o crime, que aconteceu por volta das 6h10, Denivaldo fugiu em direção à localidade conhecida como "Rua Feia", onde foi interceptado por moradores e agredido com pedradas, chutes e socos.  

"Mesmo em estado de choque, a população ficou indignada com a situação e agrediu o rapaz de toda forma. Denivaldo foi encontrado em um terreno baldio localizado a uns 800 metros de distância da travessa onde a mulher foi encontrada", explicou a delegada Quitéria Maria. O corpo dele foi encontrado com diversas perfurações na região do tórax e da cabeça.

Ainda de acordo com a delegada, o casal estava separado há dois meses, depois de dois anos de união, e Maria de Lourdes já havia registrado algumas ocorrências contra o ex-marido na Delegacia Especial de Atenção à Mulher da cidade.

Não há informações sobre o que teria motivado o crime. O caso será investigado pelo delegado titular Antônio Álvaro Schramm.


Mulher já havia registrado algumas ocorrências contra o ex-marido na delegacia especializada

26 de fevereiro de 2015

Juíz determina que Whatsapp seja retirado do ar no Brasil

Juíz determina que Whatsapp seja retirado do ar no Brasil
Foto: Reprodução
O Whatsapp – aplicativo de mensagens instantâneas – pode sair do ar no Brasil. De acordo com a coluna de Felipe Patury, da Época, o juiz Luiz Moura Correia, da Central de Inquéritos da Comarca de Teresina (PI), determinou que uma empresa de telefonia "suspenda temporariamente até o cumprimento da ordem judicial (...), em todo território nacional, em caráter de urgência no prazo de 24 horas após o recebimento, o acesso através dos serviços da empresa aos domínios whatsapp.net e whatsapp.com, bem como todos os seus subdomínios e todos os outros domínios que contenham whatsapp.net e whatsapp.com em seus nomes e ainda todos números de IP (Internet Protocol) vinculados aos domínios já acima citados". A decisão do magistrado diz ainda que a empresa de telefonia deve "garantir a suspensão do tráfego de informações de coleta, armazenamento, guarda e tratamento de registros de dados pessoais ou de comunicações entre usuários do serviço e servidores da aplicação de trocada de mensagens multi-plataforma denomidada Whatsapp, em que pelo menos um desses atos ocorra em território nacional". O processo corre em segredo de Justiça. A empresa luta para cassar a decisão, tomada pelo juiz Luiz Moura Correia em 11 de fevereiro, antes de ser obrigada a cumpri-la. A empresa de telefonia foi comunicada da decisão de Moura Correia em 19 de fevereiro por meio de um ofício do delegado Éverton Ferreira de Almeida Férrer, do Núcleo de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública do Piauí.

Gika Lopes é eleito coordenador da subcomissão de agricultura familiar


Na manhã desta terça-feira (24), os agricultores rurais ganharam mais um instrumento de representação na Assembleia Legislativa com a eleição do deputado estadual Gika Lopes (PT) como coordenador da Subcomissão de Agricultura Familiar, criada no âmbito da Comissão de Agricultura e Política Rural, no dia 13 de fevereiro.

A nova subcomissão, composta pelos deputados Eduardo Salles (PP), Neusa Cadore (PT), Vando Almeida (PSC) e Zó (PC do B), contribuirá para o constante debate com os agricultores baianos em busca de alternativas para o desenvolvimento e crescimento da produção rural, uma vez que a agricultura familiar tem sido um instrumento de combate à fome e fomento a renda.

Durante a votação, Gika Lopes reforçou seu compromisso com o setor e suas perspectivas com a coordenação da pasta: “A intenção com a subcomissão é representar e defender os interesses dos agricultores familiares, levando mais assistência técnica, principalmente no que se refere a financiamentos e renegociação de dívidas”, explicou o parlamentar.

Para Jucimara da Silva, agricultora familiar e membro da Associação Comunitária do Alto de Fora do município de Serrinha, a subcomissão será de fundamental importância para atender às necessidades do campo. “Estou muito feliz com esta nova pasta porque teremos representantes que lutarão pela nossa melhoria. Quero parabenizar ao deputado Gika pela iniciativa. Ele já começou seu trabalho na Assembleia dando uma resposta aos seus eleitores. Serrinha e região só tem a ganhar com isso”, afirmou. Portal do Cleriston Silva 


Deputado Gika Lopes é eleito coordenador da Subcomissão de Agricultura Familiar